Ligadura Elástica de Varizes de Esôfago
A ligadura elástica é considerada o tratamento endoscópico preferencial  das varizes de esôfago. As varizes são veias dilatadas que podem surgir em doenças que fazem aumentar a pressão nas veias do sistema porta, sendo o exemplo mais  frequente a cirrose hepática. Quando calibrosas e/ou associadas a uma função hepática comprometida, estas varizes podem se romper levando a graves sangramentos.

Quando a ligadura elástica das varizes está indicada?
O procedimento pode ser realizado tanto para a prevenção de uma primeira ruptura quanto para tentar fazer cessar um sangramento vigente. Em pessoas que já sofreram um episódio de hemorragia varicosa, estará indicada a terapia com ligadura para reduzir o risco de novos sangramentos. Há também medicamentos utilizados para reduzir chances de sangramento. Seu médico saberá indicar o procedimento no momento adequado.

Como é realizada?
O procedimento é realizado sob sedação. É realizada a endoscopia habitual para se identificar os cordões varicosos e planejar a estratégia da sessão de tratamento. Então o dispositivo de ligadura elástica é conectado à ponta do aparelho, ficando a manopla de disparo dos elásticos sob controle do endoscopista.
Após a introdução do aparelho o endoscopista identifica as varizes e aspira o ponto a ser ligado para dentro do dispositivo. Após isto, dispara o dispositivo de ligadura soltando o anel de borracha, que estrangula a porção da variz que foi aspirada.
Este estrangulamento faz a variz diminuir de tamanho até “secar”. Este processo dura cerca de 2 semanas. Cada sessão costuma durar cerca de 30 minutos, e as sessões são repetidas geralmente a cada 15 a 30  dias até o desaparecimento das varizes. Geralmente são necessárias de 3 a 6 sessões para o tratamento completo.
Após o procedimento o paciente pode sentir um certo desconforto para engolir, que é esperado e passa em cerca de 3 dias. Por isto, neste período o paciente deve fazer dieta liquida e depois pastosa. Também deve evitar alimentos e liquidos quentes que podem fazer soltar os anéis de borracha antes do tempo e predispor a sangramento.

Orientações para o exame
A presença de um acompanhante maior de idade desde o momento da chegada até o término do procedimento é condição indispensável para a execução da ligadura de varizes. No caso de pacientes com menos de 18 anos, o acompanhante obrigatoriamente precisa ser um responsável legal.
Para se submeter à ligadura de varizes, o paciente deve ter resultados recentes de hemograma, tempo de protrombina (TAP) e contagem de plaquetas. Além disso, é interessante apresentar exames de endoscopia anteriores.

Na véspera do procedimento
O paciente deve fazer um jantar leve, evitando comida gordurosa

No dia do procedimento
Jejum de pelo menos oito horas.
Ao término do procedimento, o paciente será liberado após a recuperação, o que costuma levar de meia a uma hora.

Cuidados pós procedimento
Devido ao uso de anestesia, não é possível dirigir automóvel nem outros veículos durante todo o dia após a ligadura de varizes esofágicas. Pelo mesmo motivo, durante um período de aproximadamente oito horas depois do procedimento, o indivíduo não pode realizar tarefas que necessitem de atenção, tais como mexer com máquinas e objetos cortantes.
A medicação usada na anestesia pode ocasionar um período curto de amnésia.
O paciente deve repousar no restante do dia, alimentando-se conforme recomendação médica.
Nos 3 dias após o procedimento o paciente deve fazer dieta ingerindo apenas liquidos e pastosos. Também deve evitar alimento e liquidos quentes .
Também não deve realizar atividade física ou carregar peso por no mínimo 3 dias.
Na presença de dor intensa, sangramento, falta de ar ou de qualquer outro sintoma não usual, deve entrar em contato com a Igeron.